O Grupo de Estudos de Práticas Curriculares e Narrativas Docentes, GePraNa, desenvolve suas atividades desde o ano de 2003 sob coordenação da Profª Drª Maria Inês Petrucci-Rosa, Livre-Docente em Educação Escolar e professora do Departamento de Ensino e Práticas Culturais da Faculdade de Educação da Unicamp. Antes de receber a atual denominação formal em 2014, após a realização pela professora do Pós-Doutoramento na Universidade de Brighton, Inglaterra, com o Prof Dr Ivor Goodson, o grupo era carinhosamente conhecido como G.I., “Grupo da Inês”, já funcionando como um momento semanal de estudos e produção.

Desde a criação do grupo, ele congrega estudantes e professores com diferentes formações nas áreas de Química, Física, Biologia, História, Pedagogia e Matemática, que semanalmente se reúnem para discutir questões relacionadas à Educação, mormente o campo do Currículo. Para tal, um conjunto de aproximações com diversas perspectivas teóricas foi sendo realizado com o tempo, sempre buscando estabelecer um clima de trabalho e aprendizado coletivo e cooperativo.

Ao longo deste percurso de mais de 15 anos, foram defendidas 26 teses e dissertações sob orientação da Profª Maria Inês, além de trabalhos de iniciação científica. Essas pesquisas abordam temas sobre políticas curriculares, disciplinas escolares, conhecimento escolar, histórias de vida e narrativas de docentes. Neste sentido, um conjunto de valores foram sendo consolidados nas pesquisas do grupo como políticas de vida (GOODSON, 2011): fazer pesquisa na perspectiva de aprender com o outro, e não de julgar o outro; respeitar os conhecimentos dos professores e suas experiências de vida; estabelecer práticas de pesquisa como práticas de parceria entre sujeitos. Visando a construção de um processo contínuo de formação pautado nesses valores, o GePraNa assim se consolida com um grupo ativo e dinâmico de estudos.

Nesse sentido, a conjugação das nossas experiências como sujeitos multifacetados, professores e pesquisadores, tem mobilizado os encontros que tradicionalmente ocorrem nas terças-feiras a tarde, nos provocando sempre a duvidar das certezas, rever os conceitos e expandir as fronteiras, do conhecimento de nós mesmos e das possibilidades de compreensão da Educação e do Currículo.

GOODSON, I. F. Life Politics: conversations about culture and education. Sense Publishers, Rotterdam, 1ª ed, 2011.

fe-unicamp copy.jpg